segunda-feira, 11 de julho de 2011

Lembranças






















Amar-te não foi minha escolha.
Aconteceu!
Começou de uma forma deliciosa.
E envolveu-me!
Amor avassalador, único.

Mas você é como um beija-flor.
Vai voando de flor em flor.
Alimentando-se do néctar de amores
transitórios.
Você se sente livre, é livre.
E meu amor se tornou amarras,
para seu viver.

Te amei com ternura.
Com a dedicação, que eu te julgava,
merecedor.
Isso nunca te atraiu.
Partistes para outras conquistas,
novas experiências.
Agora seus olhos, olham outros olhares.
Sua boca, beija outras bocas.

Sinto-me morrer de ciúme.
Como eu queria, que você fosse
um pouco meu!
Reter-te como?
Mesmo que eu quisesse,
nunca poderia.

O sentimento de impotência que senti,
foi tão grande!
Como eu quis gritar, e implorar por seu amor.
Minha boca nada disse.
Meu grito ficou sufocado,
em minha garganta.
Mas minha alma chorou, a ponto de eu sentir,
que meu coração se partiria,
de dor e desespero.

Fostes, e é meu amor.
Sei que por um tempo, eu fui algo para você.
Agarro-me a isso para continuar a viver.
Eu te peço, me coloque num lugar,
especial em seu coração.
Não deixe que a minha lembrança,
caia no esquecimento.
Sempre estarás em meu coração.
Que é sua morada, seu ninho.
Meu amor!

Maria Bonfá
11/06/11
   

3 comentários:

Kátia Moreira disse...

Engraçado...
Quando volto p net, venho aqui e reencontro você falando de coisas tão minhas, que eu pensava que só eu sentia assim...
Como sempre, vc traduzindo tão bem em palavras aquilo que nos vai no mais recôndito do coração.
Uma feliz surpresa pra quem esteve tanto tempo longe da poesia.
Bjos no coração amiga

Kátia Moreira disse...

Engraçado...
Quando volto p net, venho aqui e reencontro você falando de coisas tão minhas, que eu pensava que só eu sentia assim...
Como sempre, vc traduzindo tão bem em palavras aquilo que nos vai no mais recôndito do coração.
Uma feliz surpresa pra quem esteve tanto tempo longe da poesia.
Bjos no coração amiga

Pastelaria disse...

Olá Maria

antes de mais , parabéns pelo blogue. :)
Gostei do que li .

Gostaríamos muito que desse uma "vista de olhos" no projecto DVB-Digital Video Book.´- de saber a sua opinião, e qual o interesse em desenvolver o seu trabalho neste novo formato.


\"Transformamos\" os seus poemas, textos ou pensamentos (já editados em livro, ou não), num DVB, uma ideia original da - Pastelaria Studios Productions -

O projecto é recente, é uma inovação, tal como explicamos no nosso blogue:

http://pastelariaestudios.blogspot.com/

Para nós, a sua visita e o seu parecer ,é muito importante .


É exactamente isso, os seus poemas seriam \" trabalhados \" em DVB . Um livro que se vê como um filme!

Penso que se adequa , na perfeição, aos seus textos , poemas e pensamentos...

Não somos uma editora,prestamos, essencialmente, um serviço criativo.

A minha sugestão seria, enviar-nos os seus \"registos\", e nós faremos um orçamento.

Posso adiantar que, por ser um projecto novo e, embora o trabalho criativo (audio, voz, imagem, construção do DVB, etc) seja bastante , queremos chegar ao maior número de autores de obras escritas mesmo que essas estejam na gaveta.



Fico a aguardar uma resposta e, qualquer dúvida… estamos por aqui.

Um abraço, um obrigada


Teresa Maria Queiroz

pastelariaestudios@gmail.com