segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Por que?




















Era tanto amor
Tanto querer, desejar
Era meu amor.Só meu.
Sem retorno sem troca
Amor solitário vazio de você
Doía tanto! Sabia?
Eu bem que tentava
chegar ao seu coração
Nunca consegui.
Sempre tinha aquela
sua indiferença
Aquele seu, não desejar.
Ainda ficou em mim
esse rasgar de alma
Essa dor a me torturar
Pela falta do seu corpo
do seu cheiro, seu gosto,
seu beijo.
Por que? Eu te amei tanto!
Eu te amo tanto!
Sinto tanto medo.
Medo dessa solidão
que me consome
Medo de nunca mais te ter
De não mais te ver...
Meu amor!..

Maria Bonfá
31/01/11

4 comentários:

Mila Lopes disse...

Uma linda poesia, mesmo tristinha...

Bjs

Mila

Daniel Savio disse...

Um medo que as vezes só te afasta das pessoas que realmente te ama...

Fique com Deus, menina Maria Bonfá.
Um abraço.

Ju Frâncica disse...

Nossa...hoje parece que to entrando nos blogs certos...e todos os textos mais recentes parecem ter sido escritos para mim e meus "problemas" amorosos...rsrsrsrs....Ai que lindo esse texto...mas me faz lembrar que amo mais do que talvez devesse....que coisa né (??)....Bom...mas vamos ao motivo da minha visita hoje...vim para lhe dizer que deixei um selinho de presente para você em meu blog...pegue...é um presente que ganhei e estou repassando....(procure uma postagem na data de hoje...ok!?)....

Bjs linda...

Dri disse...

lindo amei... vc escreve lindamente