sábado, 6 de novembro de 2010

Segredos...
























Nossas almas
sussurram segredos
O teu peito ao meu colado...
enquanto nossas mãos
passeiam por nosso corpo
em caricias ousadas

Sinto-me desfalecer
a paixão toma conta de nós
Bocas se procuram
linguas traçam caminhos
Com volúpia e avidez

Arrepios que se espalham,
Suspiros entrecortados
enquanto os nossos
Corpos são saciados

Perfume do amor a invadir
Cheiro que purifica,
A dança do amor
Feita pelos nossos
corpos apaixonados

Maria Bonfá
06/11/10

9 comentários:

Chica disse...

Inspirada e bem linda! estavas sumida,né? Senti falta!beijois,lindo domingo,chica

*Mi§§ §impatia* disse...

Uauuuuuu que delicia de poema, bom demais.
Bbom domingão amiga, beijos.

*Mi§§ §impatia* disse...

Uauuuuuu que delicia de poema, bom demais.
Bbom domingão amiga, beijos.

*Mi§§ §impatia* disse...

Uauuuuuu que delicia de poema, bom demais.
Bbom domingão amiga, beijos.

Daniel Savio disse...

Mas as vezes estas mesmas almas também gritam...

Hua, kkk, ha, ha, brincadeira com um fundo de volupia.

Fique com Deus, menina Maria Bonfá.
Um abraço.

Sonhadora disse...

Minha querida

Saudades de ler os teus poemas,cheios de amor e sensualidade, adorei como sempre.

Deixo um beijinho e o meu carinho
Sonhadora

Marilu disse...

Querida amiga, ninguem fala de amor como você, doce, sensual, apaixonadamente. Lindo demais!!! Tenha um lindo final de semana. Beijocas

Desnuda disse...

Querida amiga,

estava saudosa e com sede dos seus belos poemas. Você é uma poeta maravilhosa que com sensibilidade e arte escreve e descreve , em versos, os nossos sentimentos e sensações.


Carinhoso beijo, Maria. Obrigada.

Ava disse...

Maria, o amor aqui também é latente...

Quando estamos apaixonadas, fica fácil falar de amor, cantá-lo em prosa e verso... Sempre foi assim...

Passam-se anos, séculos e cá está o amor, a nos inspirar...


Beijos e lindo domingo pra ti!