quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Entrega





Eu me doei demais a esse amor.
Mergulhei fundo.
Entreguei o meu coração, 
de forma intensa e completa.

E você nem conseguiu perceber 
o quanto eu te amei, o quanto eu te amo.
E me devolves um coração machucado,
repleto de lembranças e de saudades.

Agora, como posso recebê-lo de volta,
se partes minhas vão ficar para trás?
Pois contigo ficou o meu amor, e 
todos os meus sonhos.
Você ficou com o melhor que havia em mim.

Maria Bonfá
17/01/2013










9 comentários:

JP disse...

A vida....

A vida amiga, não é justa para muitos. Essa é uma troca injusta. Mas a estrada continua e temos que a percorrer.

Beijinho

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

Cuando alguien se lleva nuestros Sueños y nuestro Amor comprometido; nuestro vacío es insuperable y lleno de nostalgias.
Precioso Poema.
Um abraço.

SEX IS MY LIFE disse...

Maria Bonfá.... um lindo poema.
As entregas são assim: Intensas, sofridas, integrais....
Lindo o poema e as fotos do teu blog.
Esse é meu blog erótico..tenho também um blog de poemas:
www.integraldemim.blogspot.com
Beijos e sigo-te!

Maria Rodrigues disse...

Nostálgico e belo. Nem sempre as entregas são iguais, infelizmente há quem goste de receber mas não de dar.
Beijinhos
Maria

Chá das Cinco disse...

No término um sofre mais do que o outro.O amor nunca morre,ele sempre deixa lembranças de um tempo bom.

Beijos
Gemária Sampaio

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Como sei do que falas, por vezes não resta nada.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Andre Luiz disse...

Boa tarde amiga,belos versos líricos e poéticos,nos revelando toda a grandeza de sua alma!
Beijos
Andre Luiz

INTEGRAL DE MIM E DE MEU TEMPO ! disse...

Maria Bonrfá... vim aqui como SEX IS MY LIFE.
Agora venho como meu lado poético.
E digo novamente:
"As entregas são assim: Intensas, sofridas, integrais...."

Maria Rodrigues disse...

Passei para deixar um beijinho e desejar um bom restinho de domingo.
Maria