sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Recordações...


Ela sentia-se sufocar no marasmo daquele dia..
O calor era insuportavel,
Sentou-se displicente numa poltrona,
e ficou a observar a tarde que caia..
gotinhas de suor na pele macia...
uma brisa morna,
balançou suavemente as cortinas delicadas..
Tantos pensamentos!...
Perguntas sem respostas...
Um vazio imenso em seu coração..
inquietação e ansiedade a angustiavam..
Ela se perguntava o porque de se sentir assim.
De
repente, como se fora atingida por um raio.
tudo veio a tona,
o coração disparou a respiração ficou ofegante,
Ele se foi!..Não voltará!... Nunca mais!...
Se conteve para não gritar de dor..
flashs do adeus passaram por sua mente..
a despedida, o rosto amado que a olhava frio,
e sua imagem desaparecendo na rua..
As lagrimas escorreram por seu rosto...
a saudade torna-se insuportavel..
Onde lera que é tão bom morrer de amor
e continuar vivendo?
Que mentira! ela vivera de amor
e estava morrendo de dor..
Recostou-se de novo e outra vez
aquela indiferença fria tomou conta de si..
Voltou a olhar o nada..
Estava tudo igual..
nada mudara...
Só havia o vazio!...
Mais nada..

Maria Bonfá
21/08/09

19 comentários:

Poesiasqueeuamo disse...

Lindíssimo...
Quanta sensibilidade
Adoro te ler !
Bjos e meu carinho.

Malu disse...

lindo...lindo amigaaaaa
Amo sua sensibilidade em seus textos.
Parabéns!

BOM FDS....Beijos na alma!

Criações Butterfly disse...

Parabéns Bonfá

Quem já não morreu de amor?
Quem já não sentiu essa dor?
Invevitável não amar assim

Simplesmente maravilhoso
de uma sensibilidade que
só uma pessoa abençoada como
vc pode nos transmitir
com tanta precisão

Beijo

Butterfly

elvira disse...

Lindíssimo...
Sua sensibilidade,me encata...gosto muito de tudo que vc escreve...!!!

Dor de Amor...é a mais doida...

Beijos poetisa

maria disse...

Minha doce amiga
Deixas te soltar a tua alma!
Tanta sensibilidade...
Quantos desejos se acendem,nestas palavras ...

Deixo te um beijo doce
Ignez

maria disse...

Minha doce amiga
Deixas soltar sua alma
Tanta sensibilidade.
Quantos sentimentos se acendem,nestas palavras...
Deixo te um beijos doce
Ignez

26051926 disse...

Lindíssimo,Bonfá!Quanta criatividade,inspiração e porque não ... dor! Adorei esse trecho:
" Onde lera que é tão bom morrer de amor
e continuar vivendo?
Que mentira! ela vivera de amor
e estava morrendo de dor.. "

É a mais pura realidade. Maravilha
Parabéns!
Beijão,
Cibele

uma sonhadora disse...

Me emocionou Maria,lindo...suave...tão verdadeiro e cheio de emoção...
Parabéns!!
Amei,bjs

Luciano disse...

NÃO SEI SE POEMA-CONTO, SE CONTO-POEMA OU SE CONTO OU POEMA...NÃO SEI...MAS É LINDO POETA, CONTISTA...LINDO DEMAIS...

OBRIGADO


BJOS E ADMIRAÇÃO COMPLETA LUPI

Oswaldo Antônio Begiato disse...

Maria, Maria....
Adorei....adoro crônicas que falam desse sofrimento interior e silencioso que todos nós temos.
Muito bonito, e pra variar, como tudo que bem de você, muito delicado.
Parabéns amiga...e obrigado por me permitir a leitura.
bjos.w

Falando poesias disse...

Amada, esse texto é tudo de bom,
ler-te é sempre muito prazeroso!
Deixo-te um beijo carinhoso.

Campo de Orqu�deas II disse...

Querida Maria

Histórias de amor, contos, crônicas, remédio para alma de todos nós, românticos inveterados.
Obrigada querida. Adorei
beijos e seu blog está lindo, de muito bom gosto!!
beijos, da amiga
Karla Julia

Úrsula Avner disse...

sensibilidade e delicadeza poética são marcas de seus versos. Um abraço.

(Dolandmay) disse...

Tu fizeste como um raio em dia de chuva forte, atingiu o meu coração, agora magnetizado por tua energia, só sei sentir por ti paixão... mais nada... Parabéns querida por tão linda Obra! curvo-me a ti. Dolandmay.

nolivia disse...

Parabens querida amiga....acho q tdos nos ja morremos de amor um dia,renascemos em outro...lindas palavras,tens uma alma linda encantadora e poeticamente poetica...adoro teu trabalho...bjus desta amiga de sempre

cheia de charme disse...

Muito lindo seu espaço querida, adoro seus poemas, já add ele em meus favoristos, sucesso, está mágico.

Bjos!

SONHOS e POESIAS disse...

Oi Poetisa,

Amei...
Quem nunca passou p/ um momento deste....

Nossa, e muitas vezes...rsr

Escrito c/ o coração e sentido pela alma.

Parabéns!

Beijos!!!

Maria Flor! disse...

Doce Amiga Minha,
Quando eu aposto - aposto alto e sempre ganho e nessa ganhei!!!
Eis que nasce uma poeta-contista,
adorei.
Só posso desejar muita luz em sua inspiração.
Parabéns!

Beijos da Flor!

Andréa disse...

Amiga Bonfá!Quanta sensibilidade,criatividade,
inspiração e dor de amor...! Adorei esse trecho:
" Onde lera que é tão bom morrer de amor
e continuar vivendo?
Que mentira! ela vivera de amor
e estava morrendo de dor.. "

É a mais pura verdade amiga!
Parabéns!Lindíssimo!
E como disse o Dolandmay.
"curvo-me a ti"

Andréa Fênix