quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

O Encontro ....(conto)
























Ela ansiava por aquele momento, por aquele encontro

mas sentia-se nervosa, trêmula.

Banhou-se demoradamente, usou e abusou do seu melhor

creme, até sentir sua pele macia, acetinada e suavemente

perfumada.

Caprichou em cada detalhe, sentia necessitada de estar

linda, envolvente, para esse tão ansiado encontro.

A medida que os minutos passavam e chegava o momento

de encontrá-lo, sentia seu coração disparado, suas mãos

tremerem e suarem, tudo muito intenso.

A respiração estava ofegante.

Respirou fundo diversas vezes para se acalmar.

Passou a escolher um vestido que combinasse com a forte

emoção que estava sentido.

Nada parecia lhe cair bem.

Lembrou-se de um vestido que ele gostava e optou por ele.

Maquiou-se com esmero, ajeitou mais uma vez os cabelos.

Por último o perfume, aquele que o embriagava.

Estava pronta!

Conferiu as horas e saiu ao seu encontro.

O trajeto era curto, mas parecia interminável, suas pernas tremiam,

e dificultavam um pouco seu andar.

Para descontrair foi cantarolando aquela música tão conhecida deles, e

sorria com ternura ao recordar a última vez que dançaram aquela música.

Finalmente chegou, ele a esperava, podia sentir seu coração batendo louco,

e a emoção que transbordava do seu olhar.

E olhar para aquele rosto tão amado era um sentimento que a deixava

fraca de desejo.

Ele se aproximou, tomou seu rosto com as mãos e fitou seus olhos

com tanta intensidade que se sentiu sufocar de emoção.

Acariciou-a com delicadeza sem deixar de olhá-la.

Mergulhou naqueles olhos e se deixou beijar.

Um beijo que lhe sorveu a alma, já não eram dois mas um,

no mesmo amor, no mesmo desejo.

Abraçou-o com força querendo dizer que era dele somente dele.

Não foi preciso palavras, foram para o quarto.

Os beijos foram ficando mais ousados,

as roupas arrancadas.

O desejo se fazia urgente.

Ela nunca fora tocada daquela forma, com carinho,

ternura e tanto desejo.

Ele a fez implorar para que a fizesse dele.

Foi um momento mágico, onde seus corpos ardentes se fundiram,

no mesmo desejo, na mesma paixão.

E de tanto prazer, amor, sentiu atingir as estrelas.

Relaxada sorriu e espreguiçou-se cheia de prazer,

ainda em transe, sonolenta.

Passou a mão no travesseiro e o procurou,

sentou-se rápida, onde ele estava ?

Olhou ao redor e compreendeu.

Quase chorou, mas, começou a rir...

Tudo fora um sonho,

um maravilhoso sonho que nunca deveria ter acabado.

Ainda sentindo a magia do sonho, abriu a janela e deixou

o sol iluminar o sorriso que anda trazia nos lábios.

A vida amanhecia, e ela esperaria a noite chegar mais uma vez,

para sonhar...


Maria Bonfá
18/02/10

13 comentários:

Chica disse...

Nooooooooossa,Maria! Que arraso de tão lindo ese conto! Emocionante!E que bom que,pelo menos,sonhar ela podia!um beijo,tudo de bom,chica

Majoli disse...

Minha querida, vivi esse sonho muitas vezes, detalhe por detalhe, mas foi real, só que acabou...será?

Estou tentando dizer pro meu coração que acabou, só falta ele me ouvir.

Agora, parece brincadeira, mas a noite quando deito, fecho os olhos e peço tanto pra pelo menos sonhar com ele, e nem em sonho ele vem mais.

Beijos minha querida.

Luciana Klopper disse...

Que conto maravilhoso! amei! to de volta!

José disse...

Olá Maria!
Quem diria que era um sonho,parecia que era tudo verdade,mas sonhar também é bom, desde que não seja pesadelo, às vezes os sonhos são melhor que a realidade.

um beijinho verdadeiro para si!
José.

Elaine Barnes disse...

Bem amiga,elogio é pouco. Muito bem escrito e envolvente. Uma delícia de ler e viajar.Um encontro dessa forma tão inteira,tão doce de entrega é o que todos desejamos. Amei a maneira delicada e nobre com que descreveu esse sonho que é claro hiper alcansável,nada impossívelé só querer realizar. Montão de abraços e bjos cheios de ternura e parabéns!

Tyna disse...

Ui, menina e quantas e quantas vezes somos tomadas por sonhos assim? rs

beijos amei o conto

Tyna disse...

Oi lindona, eu li seu conto e amei, (meu lado contido) ´q eu mudei a foto do perfil..rsrsr
E obrigada estou indo agora mesmo receber o mimo que me ofereceste...

beijos

Carla Fernanda disse...

Oi, Maria.

Adorei esse conto, que foi muito bem escrito e, ao mesmo tempo, envolvente!

Ótimo sonhar e viajar...!

Tem selinho p/ você lá no meu blog!

Beijos.

Daniel Savio disse...

Menina, você sabe que não precisa ficar chorando?

Pois encontre basta encontrar a pessoa que transforma o teu sonho em realidade...

Fique com Deus, menina Maria Bonfá.
Um abraço.

Pelos caminhos da vida. disse...

Lindo conto.

beijooo.

Ju Frâncica disse...

Gostei muito do seu blog....estarei sempre te visitando....

Bjs....

Everson Russo disse...

Minha querida amiga,,,é sempre bom sonhar,,,é sempre bom viver os sonhos,,,,um beijo e um belo final de semana pra ti.

Everson Russo disse...

Eu vi sim minha querida, to meio corrido aqui, mas ja salvei o selinho, e nesse final de semana eu coloco no www.olivrodosdiasdoispresentes.blogspot.com obrigado pelo carinho,,,,beijos de lindo final de semana.